Madri, capital da Espanha, é uma cidade cosmopolita que combina as mais modernas infraestruturas por ser um centro econômico, financeiro, administrativo e de serviços com um imenso patrimônio cultural e artístico, herança de séculos de história apaixonante.

 

Estrategicamente localizada no centro geográfico da Península Ibérica, a 646 metros acima do nível do mar, Madri preserva um dos centros históricos mais interessantes entre as grandes cidades europeias, que se integra harmoniosamente com as infraestruturas mais modernas e confortáveis, um completo leque de acomodações e serviços e a mais avançada tecnologia em meios audiovisuais e comunicação. Condições que, juntamente com o impulso de uma sociedade dinâmica e aberta, mas também alegre e acolhedora, transformaram esta metrópole em uma das grandes capitais do mundo ocidental.

 

Povoada desde o Paleolítico inferior, não foi até 1561 quando o rei Felipe II fez de  Madri a capital de seu vasto império. O centro histórico, também conhecido como "Madrid de los Austrias",  e sua impressionante “Plaza Mayor”, inaugurada em 1620,  é um dos lugares mais populares e típicos da Espanha, é o exemplo vivo do esplendor nascente da cidade durante os séculos XVI e XVII.

Perto da “Plaza Mayor” fica o chamado "centro aristocrático" onde deslumbra o Palácio Real, monumental edifício do século XVIII,  mistura de barroco e classicismo. Ao lado dele, a Praça do Oriente, o teatro da Ópera e a moderna Catedral da Almudena, consagrada em 1993 pelo Papa João Paulo II. A “Puerta del Sol”, rodeada por uma variada e seleta área comercial e o "Paseo del Arte", assim batizado por seus incomparáveis  museus, palácios e jardins, completam este conjunto monumental , onde brilham com luz própria o prédio do Banco da Espanha, o Palácio das telecomunicações e as fontes de Cibeles e Netuno.

 

Arte e cultura têm um lugar destacado na agenda de Madri. A capital tem mais de 60 museus, abrangendo todo o conhecimento humano. Destacam o Museu do Prado, uma das mais importantes galerias de arte do mundo; o Museu Thyssen-Bornemisza, com mais de 800 quadros incluindo desde os primeiros artistas flamengos  até os movimentos de vanguarda. E o Centro Nacional de Arte Reina Sofía, dedicado à arte contemporânea espanhola, com obras de Picasso, Joan Miró, Salvador Dalí e Juan Gris, entre outros.

 

Extensos e bem cuidados parques e jardins, tais como o Parque del Retiro, antigo lugar de recreação dos reis espanhóis, a Casa de Campo ou o parque Juan Carlos I, permitem desfrutar do sol, caminhar, remar em seus lagos ou alimentar os esquilos, em uma das capitais mais verdes da Europa. Seu aeroporto internacional, onde semanalmente chegam mais de mil voos provenientes de todo o mundo, seus dois Palácios de Congressos, o  moderno centro de exposições do “Campo de las Naciones” e mais de 80.000 lugares em outros centros de reuniões tornam Madri um dos centros de negócios mais atraentes na Europa.

 

Mas se há alguma coisa que caracteriza Madri é uma profunda e contagiante paixão pela vida que se reflete no caráter amigável do seu povo. Concertos, exposições, ballets, seletas peças de teatro em cartaz, as mais recentes estreias de filmes, experimentar uma ampla variedade da melhor culinária espanhola e internacional, degustar o encanto dos seus bares e tabernas, são algumas das alternativas de lazer de Madri, além de uma tentadora oferta comercial e de compras em lojas tradicionais ou nas mais destacadas grifes internacionais.

 

A animada vida noturna de Madri também é uma importante atração da capital da Espanha pela variedade e bom astral de seus bares, pubs, discotecas e bares de flamenco, que são alternados durante o dia com as tradicionais feiras e festivais ou com as touradas de San Isidro, consideradas as mais importantes do mundo.

Madri

ES

Eventos y Comunicación